Encoxando a madrasta

Caros leitores espero que aprecie este conto, pois é um fato real e aconteceu em 10 de fevereiro de 2014 em minha idade de 31 anos.

Perdi minha inocência um pouco mais cedo e ao mesmo tempo aprendi a encoxar e ter ereções mas isso não irei relatar por se tratar de uma outra idade que eu tinha me tornei ninfomaníaco porém a maioria das mulheres gostaram de minha brincadeira inocente mas safada de tal forma que pra mim não se trata de safadeza ou tara e sim uma forma de amar.

Eu nunca pensei que isso ia acontecer um dia e considero como se fosse a primeira vez de todas porque me senti no céu. Já encoxei em outras mulheres antes que acabaram em um sexo gostoso mas esta, foi a melhor “PINDURADA” de todas que já dei. Este nome “pindurada nada mais é que a famosa encoxada o nome que ela deu já que minha forma de sentir prazer era roçar minha pintinha em suas coxonas grossas e torneadas como se fosse numa árvore para sentir ereção já que tenho uma tara bem maior nisso.

O caso foi com minha madastra e eu não moro com eles

Meu pai já está casado há algum tempo com minha madrasta o nome dela é Maria por volta de um metro e sessenta, um pouco acima do peso pele morena clara, cabelos tingidos de loiros oxigenada mas gostosa e eu nunca tive uma boa relação de amizade com ela até aquele dia e sim eu já a observara quando eu tinha 15 anos e ela era bem mais nova na época tinha seus 24 anos em 1997 e eu me masturbava nela desejando seus seios e coxas.

Quando tudo aconteceu ela estava com 40 anos uma mulher mais madura. E nem meu pai até hoje soube do que houve entre nós.

Em janeiro de 2014 eu estava no Badoo (um site de relacionamentos ) onde ela fazia parte do mesmo e em uma simples clicada ela me chamou a atenção e começou a puxar assuntos comigo perguntando o que eu estava fazendo em um site como esse.

E eu respondi: – procuro amizades e talvez algo mais além!

E depois foi minha vez de perguntar: – E vc o que procuras?

Dessa mesma forma eu perguntei.

Ela me respondeu: – Amizades!

Ela ficou em silêncio por um tempo e eu fui tentando falar com ela e ela depois perguntou: – Como posso ver suas fotos no privado?

Eu liberei as fotos para ela ver e gostou!

E depois eu perguntei posso ver as suas? E ela liberou seu albúm privado.

Em uma de suas fotos secretas ela tirou usando um shortinho muito curto exibindo suas coxas já que eu já tinha muita tara e desde 1999 que havia deixado de bater punheta nela já que ela nessa fase tinha se tornado evangélica e até hoje continua sendo.

EU BATI UMA PUNHETA BEM DEPOIS DESSES ANOS TODO.

E quando estava tendo minha ereção eu na cara de pau disse a ela que ela era gostosa e que se ela deixar eu a desejo bato uma pensando nela.

E ela depois disse: – hummmm você quer bater uma pensando em mim ou bater uma em mim?

Eu disse: – quero bater uma em você ou seja várias vezes!

Ela disse: – ENTÃO BATA! Pode matar sua vontade em mim.

Eu comecei a confessar a ela que já tinha tesão nela desde 1997.

E ela ficou pasma em saber que eu a tarava e disse que tinha mais tesão em suas coxas e seios e que queria esfregar minha pintinha naquelas coxas como se eu fosse um menino com desejo.

Ela achou isso muito fofo ao saber que queria ser o menino dela.

De repente meu pai estava dormindo no quarto e a chamou de volta pro quarto e teve que sair e eu já tinha acabado de gozar.

Não deu dois minutos e eu já estava batendo punheta de novo.

No dia seguinte na mesma hora em que nos encontramos antes, eu entrei no Badoo e comecei a conversar com ela e falar de sexo e principalmente de enconxar ela eu queria marcar um encontro ou em um motel ou numa praia deserta que tem por aqui no litoral norte para poder realizar essa minha fantasia. Eu fazia juras de amor a ela e passamos a nos falar no skype. Eu a vi de camisola e ela fez um stripper pra mim mostrando os seios e coxas como eu tava desejando e eu bati uma punheta nela e mostrei como batia.

Ela gostou muito de ver minha rola e passei a me masturbar mais por telefone onde ela também se masturbava e e gemia e gritava e meu pai nesses dias estava de serviço e ela estava sozinha em casa com a filha mas a filha estava dormindo.

Foi o mês todo punhetando nela por telefone e pelo skype. enviava fotos da minha pomba e ela dos seios e das coxas que tanto amava.

Depois dia 10 de fevereiro marquei com ela para nos encontrar e ainda estava para decidir se íamos a praia ou um quartinho que tinha no centro da cidade já que eu ia buscá-la por lá e ela já veio usando roupa de praia. Então decidimos ir à praia.

A primeira coisa que ela me fez ao me ver foi me dá um selinho e ficamos no ponto do esperando o ônibus chegar.

Quando ele chegou, subimos e sentamos um ao lado do outro e eu ficava passando minha mão em suas coxas e ela dizia: – Aqui não!

Quando chegamos na praia ela tirou o shorte e ficou de bikini, pegou o protetor solar e começou a passar em seus ombros e depois eu pedir a ela para passar nas suas pernas e ela deixou.

Quando eu passava minha mão de protetor solar nas coxas dela, meu pau começou a endurecer e tínhamos que andar mais um pouco adiante porque tinha gente por perto e lá na frente era mais deserto e chegamos.

Ela forrou a toalha na areia e deitou-se e pediu para passar protetor solar em cima dela e não resistir subir em cima dela e comecei a encoxá-la na posição de papai e mamãe.

Ela disse: – Vai se esfrega em mim! Vc queria tanto.

Eu me sentir no céu, quando sentir na minha pinta aquela carne macia e suculenta alimentando-a e tb a minha alma e meu corpo estremecia.

Perto de onde estávamos havia um mangue. Entramos no mangue e o que encontramos? Uma revista pornográfica e provavelmente era de alguém que usava o local para se aliviar.

Antes de encontrar a Maria eu tinha comprado umas camisinhas porque nós íamos transar e transamos tirei seu bikini e seu sutiã e nós escondidos no mangue vesti a camisinha na minha pinta em seguida dentro de sua buceta molhadinha que já estava e comecei o velho entra e sai enquanto chupava seus seios eu ficava preocupado se alguém viria pra cá então tirei a rola rapidamente e comecei a roça nas suas coxas de novo como eu gostava e ela dizendo: – pára de se pindurar menino, pára! E eu não parava tava gostoso demais e ela já notara como era minha fantasia.

Ela gostou e depois larguei ela, fomos nos banhar na água eu a agarrava pela cintura e tentava encoxar naquela bunda grande e gostosa e no entanto ela corria de mim, fugia e eu corria atrás dela mais excitado ainda e conseguia agarrá-la e pindurava nela gostoso hummmmmmmm… E depois fomos pro mangue e disse que queria pindurar como ela disse até gozar nas coxas dela e ela começou a fazer uma dancinha sensual com as coxas e me excitando cada vez mais e comecei a encoxá-la e encoxei, pidurei até gozar e depois disso ficamos deitados na areia até irmos pra casa.

Quando ela pegou o ônibus dela, eu peguei meu destino e quando cheguei em casa ela tinha me excluído do skype e depois nunca mais falou comigo nem quando vou visitar meu pai até hoje.

Essa foi a melhor encoxada que dei em minha vida.

Deixem comentário e deem suas notas sobre esse conto.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. .



"contos eróticos dupla penetração""contos eróticos novos""conto erotic""comendo a tia dormindo""contos de encoxada""contos eroticos fazenda""textos eróticos""conto erotico trem""professora safada""contos eróticos picantes""medica lesbica""vizinha exibicionista""contos eróticos lésbicas""contos de incesto""conto erot""contos eroticos por categoria""eu e meu filho no banheiro""conto erotico incesto""clube corno""fudendo minha tia""casa conto erótico"conto.erotico"sexo contos""comendo minha sobrinha""contos de putas"incestocontos"contos eroticos net""contos eroticos bebada"contoerotico.com"transei com meu sogro""conto erotico dotado""contos eroticos lesbico""contos eróticos de mulheres casadas""so incesto""novos contos eróticos""contos eroticos sobrinho""site de contos eroticos""medica lesbica""comendo o cu da patroa""contos eróticos 2017""conto picante""contos eroticos safados""fudendo minha sogra""contos pornôs""contos eroticos virgens""contos eroticos de sogra""contos eróticos novinha""contos eroticos madrasta""comendo minha amiga""eu e meu filho no banheiro""contos eróticos verídicos""contos eróticos sogra""contos eroticos casada""meu amigo comeu minha mulher""contos corno bi""lambendo grelo""contos zoofilia""contos eeoticos""contos eroticos vovô""meu cunhado me comeu""contos de incesto 2016""sogro comendo nora""contos eroticos estrupada""universitaria gostosa""contos eroticos casais""conto erotico bebada""conto erotico encoxada""conto erótico ônibus""contos eroticos tio e sobrinha""contos eroticos de menage""conto erotico grupal""contos eroticos inversão""contos de sexo""contos eróticos na fazenda"contoseróticos"contos eróticos bissexual"