Virgenzinha pagando boquete no churrasco

Olá a todos, me chamo Milena, tenho 24 anos, 1.64m, 55kg, sou morena, seios pequenos pra médio e bumbum avantajado. Esse é meu primeiro conto, então perdoem possíveis erros.
Sempre fui uma menina quietinha, era meio q a “nerd” da turma. Perdi a virgindade tarde, com quase 19 anos, apesar de já fazer algumas safadezas antes de perder o cabaço. E é sobre uma dessas safadezas que vou contar hj.
Após o final do colegial, infelizmente não passei no vestibular, então meus pais toparam pagar um ano de cursinho preparatório. Bom, eu não estava muito animada. Sempre fui estudiosa, e pra mim aquilo era como repetir de ano. Primeiro dia de aula, como sempre traumático, mas ao contrario do colégio, ali quase ninguém se conhecia, então começaram a se formar as rodinhas de amigos mais estranhas possíveis.
Eu, ao contrario do habitual, fui me juntando da rodinha das “patys” e não das “nerds”. Aquilo era muito estranho, mas elas não me enchiam muito a paciência, e além disso eu acabava estudando com as duvidas delas, que eram muitas kkkk.
Passando algumas semanas de aula, apareceu um aluno novo, Bruno, era bem gatinho. Ele chegou no seu primeiro dia mais cedo, e ficou sentado bem ao lado de onde eu ficava. Na hora que cheguei estranhei a presença dele, mas sentei no meu lugar de sempre.
Nos intervalos de aula, ele puxava assunto, geralmente da matéria, eu respondia sempre educadamente. No intervalo entre a terceira e quarta aula que era mais longo e todos saiam da sala, minhas amigas já vieram pegar no meu pé que eu tava de caso com o menino… tenho que confessar que eu não achei má ideia kkkk. Falei pra elas que veria até onde isso iria e pra elas irem catar coquinho kkkk.
Voltando a aula, minha conversa com bruno ia cada vez mais aumentando, falamos de tudo, aula, onde moramos, o que queríamos prestar de faculdade, namorado… nesse momento vi os olhos dele brilharem quando disse que estava solteira.
Bom, as semanas foram se passando, nos conversávamos o dia todo. Até que no final do primeiro trimestre a turma toda resolveu fazer um churrasco. A primeira coisa que ele veio perguntar dps dessa noticia era se eu iria. Pensei comigo: “estar em um lugar sem preocupação com estudo, com bebida, e com ele por perto é uma ótima ideia”
Disse que so precisava saber quanto era kkk.
Bom, isso foi na segunda. Sexta feira era o dia que não chegava nunca, as aulas pareciam cada vez mais intermináveis kkkk.
Finalmente sexta, a aula da manha parecia ter demorado umas 30 horas. Fui pra casa já louca pra escolher roupa, o churrasco era as 20-21, o Bruno ficou de passar pra me pegar as 21. Faltava 8 horas e pra mim era pouco tempo.
Depois de revirar o guarda roupa, finalmente escolhi: blusinha branca bem justa com detalhes em renda que dispensava o sutiã, um shortinho jeans, rasteirinha, e uma fio dental preta, pra não ficar marcando, já q o shortinho era curto. Maquiagem leve, afinal era churrasco de turma, não poderia ir parecendo uma puta.
Bruno chegou com o carro do pai dele. Até então achava que ele tinha dinheiro, afinal tinha um astra todo chique. Mas naquela hora descobri que ele era na verdade podre de rico. Foi o primeiro e único que veio na minha casa me buscar de bmw. Me achei a ultima bolacha do pacote kkkkk. Entrei, dei um bj no rosto dele e fomos pra chácara onde seria o churrasco.
Quando chegamos a festa parou pra ver, foi uma entrada em alto estilo. A festa estava boa, musica tocando, alguns dançando e outro conversando nas rodinhas de sempre, tinha mta cerveja e vez ou outra passava algum dos alunos q organizou com shots de tequila… eu tomei uns 3, mas eu era bem mais fraca pra bebida do que sou hj, então já viu: fiquei toda solta e alegre.
Bruno tbm tomou alguns shots, mas estava visivelmente mais inteiro do que eu. E o safado se aproveitou disso. Toda a lerdeza que ele teve durante o tempo de cursinho, se transformou em rapidez pra me levar pra um canto escuro da festa e me dar uns pegas.
Ficamos na parte de tras da casa, ele beijava bem, mas o que ele tinha bem treinado mesmo eram as mãos bobas. Meus seios e bumbum foram bolinados por um bom tempo…
As coisas estavam esquentando, comecei a esfregar o pau dele por cima da calça, e ele foi fazer o mesmo comigo, mas no momento que tocou minha bucetinha eu pulei pra tras. Ai ele perguntou:
– o que foi? Não gostou?
– não, gostei, não é isso. É que… – eu não conseguia falar
– o q? pode dizer, sem medo.
– é q sou virgem…
– tudo bem, te entendo… mas não tem vontade de acabar com isso um dia?
– logico que tenho, mas não hj. Primeira vez que ficamos.
Ai ele fez uma cara de descontente com a situação, eu sabia que cortei numa hora errada, que devia ter cortado antes.
– não fica bravo cmg, eu tenho vontade. Inclusive tenho vontade de fazer com vc. Só acho que não estou pronta hj.
– tudo bem, eu entendo. Mas como eu fico?
Bom, eu era bobinha, virgem, achava que vivia num conto de fadas… a única coisa que eu conhecia do mundo de verdade naquele momento era boquete. Pois bem, se era pra fazer uma pessoa feliz, que mal tem? :9
– calma, tbm não vou deixar vc assim né? – disse isso abraçando e alisando o pau dele por cima da calça.
Olhei para os lados, realmente aquele lugar estava deserto, o som da festa estava bem baixo por la. Olhei bem no fundo dos olhos dele e disse:
– hoje vc não vai me comer, mas quem sabe eu posso fazer vc feliz de outra forma? – E fui me ajoelhando.
Ele ficou com cara de bobo, o queixo caiu até kkkk.
Me ajoelhei na frente dele, desabotoei e calça e abri o zíper. Dei um beijo no pau dele por cima da cueca. Olhei com carinha de safada no olho dele e coloquei o pau dele pra fora. Segurei com uma mão e disse que ele tinha um belo pau (uns 16-17cm), dei um bjinho na cabeça, e comecei a chupar devagar, so a cabecinha, enquanto batia uma punheta segurando pela base.
Parei a punheta, e comecei a lamber o pau dele inteiro, devagar, deixando molhado, chupei suas bolas, ele gemia quando eu fazia isso. Voltei para a cabeça, comecei a mamar com mais vontade, com o pau molhado meus lábios começaram a deslizar mais gostoso, e eu fazia cada vez mais pressão durante o vai e vem. (naquela época eu ainda não sabia como fazer garganta profunda por isso o máximo que engoli foi pouco mais da metade, mas nem por isso ele falou que foi ruim)
Percebi que os gemidos dele ficaram mais constantes, e que seu pau já estava começando a latejar. Nisso comecei a mamar ainda mais rápido, como uma bezerrinha querendo leite. Ele anunciou que ia gozar, mantive o pau dele dentro da boca e recebi aquela porra toda. Foram 4 jatos bem fortes, escorreu um pouquinho pelo canto da boca que eu prontamente passei a língua e coloquei pra dentro da minha boca denovo.
Olhei pra ele com a boca aberta, cheia de porra ainda, dei um sorrisinho safado, engoli e perguntei se ele gostou. Ele não disse nada, so fechou o olho e consentiu com a cabeça.
Voltamos pra festa, muita gente já tinha ido embora. Ele me levou até em casa, na despedida eu dei um bjinho no canto da boca dele e disse:
– prometo que quando criar coragem eu te aviso ta?
– vou cobrar hein?

Bom gente, esse é so o primeiro conto, como vcs viram, eu era bem bobinha, vou contando com o tempo minha evolução, como comecei a dar a bucetinha, cuzinho… como comecei a transar com mulheres, e até casais :9
Bjs a todos que leram, não esqueçam de comentar e votar.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. .


Online porn video at mobile phone


"meu primeiro boquete""comtos eróticos"empregadinha"contos eroticos caminhoneiro""comendo a cunhada dormindo""contos eroticos chantageada""primeira siririca""contos eroticos na praia""sexo com a sogra""conto incesto""contos eroticos amigas"www.contoseroticos.com.br"comendo a tia contos eroticos""contos lactofilia""conto erotico ninfeta""contos erticos""minha tia gostosa""filha safada""zap putaria""contos eroticos de adolecentes""contos eróticos com animais""conto erótico casa""priminha gostosa 23""contos eróticos travesti""conto erótico ônibus"empregadinha"historia eroticas""contos eroticos troca de casal""papai me comeu""contos eroticos negao""novinhas no anal""contos sem calcinha""contos eróticos inversão""encoxadas no ônibus""transando na festa""contos eróticos a força""conto erotico professora""conto corno manso""contos xxx""contos eroticos meninas""xxx contos eroticos""melhor conto erotico""sexo com sogras""contos eroticos sobrinha""contos eróticos de meninas""contos eróticos exibicionismo""contos eroticos metro""xxx contos eroticos""ultimos contos eróticos gay""contos inversão""casa dos conto gay""contos eroticos baba""contos eroticos aposta""contos eróticos de casais""comeu a mae dormindo""comendo a vendedora""transei com meu sogro""patroa safada""comendo o cuzinho da prima""casado passivo""contos eroticos mae e filha""contos de ninfetas""comeu a nora""contos eróticos de casais""troca de casais na praia""conto erotico boquete""quero ser corno""contos eroticos ninfetas""conto erotico caseiro""sexo anal teen""ultimos contos eroticos gay""contos eroticos mae""contoerotico incesto""comendo minha filha""conto erotico cunhado""contos eróticos de incesto""casados contos eróticos""esposa na orgia""comendo minha empregada""conto sexo""contos eróticos de corno"